Aisling, Deusa-fada e Senhora de todas as coisas verdes

moongirl_by_liga_marta-d97g3qj

Aisling é uma Deusa celta das Fadas (seu nome significa “sonho” ou “visão” em gaélico e pronuncia-se “Échilin”). As informações sobre esta Deusa são muito escassas e conflitantes se é que ela é uma Deusa de fato. Há sites que dizem que Aisling é a Senhora da floresta e das coisas verdes, outros sites dizem que ela é responsável por transformar sonhos em realidade e realidade em sonhos, outros ainda defendem que ela é a Deusa do amor, da sorte, dos sonhos e do tempo (no sentido de temperatura e não passagem de tempo). Ela nós ensina a ter amor próprio abrindo as portas para que os outros também nos ame. Ela dá sorte no amor para seus devotos e realiza os seus sonhos mais queridos.

Como rainha da floresta e todas as coisas verdes, é ela que faz a chuva cair e o sol sair para alimentar as tudo o que cresce. Ela abomina o fogo. Uma oferenda para Aisling pode ser algo tão simples como fazer uma oferta de água na base de uma árvore.

aisling_by_antheilo-d4thtd8Ela também é conhecida como a protetora de bandidos que se escondem nas florestas, embora aqueles que desejam obter asilo com ela devem fazer um sacrifício ou procurar um de seus seguidores.

Há também uma referência que a chama de “Deusa das asas de mariposa”.

Quando retratada, ela aparece como uma mulher com longos cabelos loiros ou brancos.

.

Mito

Conta-se, numa lenda moderna, que Aisling não pertence a nenhum homem, ela foi casada, uma vez com um fora da lei, mas antes que ela pudesse transformá-lo em um imortal, ele foi morto por aqueles que o exilaram. Desde então, ela tem sido a protetora de bandidos. É dito que a chuva são suas lágrimas enquanto ela chora por seu marido.

images-5Seu culto é praticado especialmente na Lua Azul (hoje em dia comemorado como a segunda Lua Cheia de um mesmo mês) tido por alguns como seu símbolo. Tradicionalmente, a Lua Azul é uma Lua do Amor, onde poderemos trabalhar todas as questões relativas a esse sentimento que move os mundos: o amor próprio, o amor pelo outro, o amor universal. Há sites que dizem ser a Lua Azul “momento fora do tempo” em que fica facilitada a conexão com o mundo das Fadas, com o Povo Pequeno, porém não há referências se os Celtas comemoravam uma 2ª lua num mesmo mês de forma diferenciada.

.

Gênero poético

Aisling também é o nome de um gênero poético, desenvolvido nos séculos 17 e 18 na Irlanda,  que se inspira em três diferentes correntes de tradição:
• a crença pré-cristã em uma “Deusa da Soberania”,
• em uma tradição francesa em que o poeta afirma ter tido uma visão de uma mulher sobrenatural,
• e na tradição de incorporar comentários políticos em canções e versos populares.

Os pagãos da antiga Irlanda acreditavam em um mito da realeza sacral em que o rei garante a prosperidade da tribo ao casar a Deusa do território tribal em um ritual simbólico. Esta Deusa era conhecida por muitos nomes diferentes, mas os eruditos referem-se frequentemente a ela como a Deusa da “Soberania”. Havia uma manifestação diferente desta Deusa para cada território tribal, mas havia também uma para toda a ilha da Irlanda.

Nos poemas aisling, o autor descreve uma visão na qual uma “mulher celestial” aparece a ele e lamenta pela perda de seu rei verdadeiro. Naturalmente, o poeta não pode chamá-la uma Deusa após a conversão cristã da Irlanda, então ele usa o eufemismo “mulher celestial”. Esta mulher é a Deusa da Soberania e, dizendo que perdeu o seu rei, está negando a legitimidade do monarca britânico reinante e a sua reivindicação de autoridade sobre a Irlanda. No poema aisling, o simbolismo pagão mais antigo é usado para reforçar a resistência irlandesa ao governo britânico, mais de mil anos após o fim formal da religião pagã na ilha.

.

Curiosidade

Há um desenho belga chamado Uma Viagem ao Mundo das Fábulas (The Secret of Kells) com uma personagem chamada Aisling, uma menina-lobo e espírito da floresta. Apesar de baseado na história da origem do “Livro de Kells”, um manuscrito do evangelho cristão em latim, ele se passa em Dublin, na Irlanda e também faz referência a mitologia celta, como a inclusão de Crom Cruach, uma divindade irlandesa pré-cristã e a referência ao gênero poético de Aislings.

.

Deusas com aspectos semelhantes:

  • Mitologia grega: Brizo, profetiza dos sonhos

.

Guia rápido de Correspondências:

Invoque Aisling para: trato com plantas, amor em todos os sentidos, para obter sorte e realização de sonhos.
Aromas e ervas: Jasmim, Dama da Noite e ylang-ylang
Cores: todas as cores do arco-íris
Animais: rã e lobo
Face da Deusa: Donzela
Elemento: Terra e Água
Símbolos: plantas, flores, flautas, velas multicoloridas

Anúncios

3 comentários sobre “Aisling, Deusa-fada e Senhora de todas as coisas verdes

    1. Tem masculinas também, acabei de ver. Muito boa as informações e as correspondências também continuem assim! Louvada seja Hekat

    2. Oi Jordan, tudo bem?
      Quando comecei esse site, eu seguia a linha diânica, que dá mais ênfase na Deusa do que no Deus mas de uns tempos pra cá estou me relacionando mais com ele e por isso tem alguns postes sobre Deuses, mas são poucos, tendo em vista que o site tem uns 5 anos e só tem 1 ano que comecei essa mudança…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s