Adrasteia, a inescapável

Na mitologia grega, Adrasteia (em grego Ἀδράστεια) foi a ninfa que cuidou do bebê Zeus, em segredo na Caverna Dicteia, seu nome significa “a inescapável” pois era sua responsabilidade para proteger o jovem Deus de seu pai, Cronos. Já na tragédia Reso, Adrasteia é filha de Zeus, ao invés de sua babá. Apesar de nenhuma de suas imagens terem sobrevivido até … Mais Adrasteia, a inescapável

Têmis, a Deusa da justiça divina

Têmis (em grego Θέμις, Thémis) é uma titânide que personifica as leis divinas ratificadas pelo Costume e pela Lei (themistes), em contraste com a justiça humana (papel realizado pela Deusa Diké, sua filha) e as leis e decretos humanos (nomos). Era também associada aos oráculos que revelavam a vontade dos Deuses. Presidia, em especial, sobre as relações adequadas entre homem … Mais Têmis, a Deusa da justiça divina

Astéria, Deusa das estrelas cadentes, dos oráculos e profecias noturnas

Astéria ou Astrea (em grego antigo: Ἀστραῖα; donzela ou virgem das estrelas) é uma das Titãs, que rege as estrelas cadentes, os oráculos e profecias noturnas, incluindo sonhos proféticos, a leitura das estrelas (astrologia) e necromancia. Ela representa o aspecto escuro da noite, enquanto sua irmã, Leto, representa o aspecto acolhedor da noite. Essa característica noturna das irmãs foi herdada de sua … Mais Astéria, Deusa das estrelas cadentes, dos oráculos e profecias noturnas

Perséfone, rainha do submundo

Perséfone (também escrito como Perséfassa, Perséfata, Persefoneia e Ferépafa) é a Deusa Rainha do Submundo e esposa do Deus Hades. É também a Deusa do crescimento da primavera, que era adorada ao lado de sua mãe Deméter (Deusa da agricultura, estações do ano, casamento e feminilidade) nos Mistérios de Elêusis. Como Deusa Primaveril, ela abençoa as ervas, flores, frutos e … Mais Perséfone, rainha do submundo

Astréia, Deusa da justica da inocência e da pureza

Astréia ou Astrea (em grego antigo: Ἀστραῖα; que significa “A Estrelada”) é uma Deusa virgem da justiça. Durante a Idade de Ouro ela morava na Terra com a humanidade, mas se afastou com o aumento da ilegalidade posterior na Idade do Bronze grega. Zeus então a colocou entre as estrelas como a constelação de Virgem. Sendo uma dos últimos Imortais a viverem entre os … Mais Astréia, Deusa da justica da inocência e da pureza

Calipso, a ninfa feminista

Calipso (em grego antigo: Καλυψώ), é uma ninfa da mítica ilha de Ogígia. Seu nome significa “esconder”, “encobrir”, “enganar” e “ocultar” no sentido de “ocultar conhecimento”, o que é o oposto de Apocalipse, que significa revelar, o que sugere que Calipso foi uma Deusa da morte originalmente. Além de ter sido uma das deusas fiandeiras, que em várias mitologias são … Mais Calipso, a ninfa feminista

Íris, a Deusa do céu, da água e do arco-íris

Íris (do grego Iris ou Eiris) é uma Deusa do céu e do mar, que personifica o arco-íris que une o céu e a Terra, por isso é a mensageira dos Deuses com os seres humanos. Ela era adorada tanto pelos Deuses quanto pelos mortais por sua natureza de bondade e amor. Filha de Taumante que era filho do Mar (Pontus) … Mais Íris, a Deusa do céu, da água e do arco-íris

Ceto, a Senhora dos perigos do mar

CETO (pronuncia-se Keto, do grego Κητώ, Kētō, que significa monstro do Mar) é uma Deusa marinha que personifica os perigos do mar. Mais especificamente, é a Deusa de baleias, grandes tubarões e monstros marinhos (do grego ketea). É uma Deusa anterior aos Olimpianos, filha de Gaia com o titã Ponos, Ceto é irmã e consorte de Forcis (Phorkys) … Mais Ceto, a Senhora dos perigos do mar

Hemera, a personificação da luz

Hemera personifica a luz do dia e o ciclo da manhã. Era também a guardiã das fronteiras entre o mundo das sombras e o mundo onde chegava a luz. Nasceu junto de Éter (que representa Ar Elevado, puro e brilhante, respirado pelos Deuses, também chamado de Céu Superior) e das Hespérides (primitivas Deusas primaveris que representavam o espírito fertilizador da Natureza). Ela faz … Mais Hemera, a personificação da luz

Diké, Deusa da Justiça

Diké (Δίκη), divindade grega que representa a Justiça do caso concreto e os Julgamentos, também conhecida como Dice, é a vingadora das violações da lei. É representada descalça e com os olhos bem abertos (simbolizando a sua busca pela verdade). Ela observava as ações do homem, e se aproximava do trono de Zeus com lamentações, sempre que um juiz violava a justiça. Diké era o inimiga da mentira, e protetora do sábio emprego … Mais Diké, Deusa da Justiça