Hemera, a personificação da luz

Hemera

Hemera personifica a luz do dia e o ciclo da manhã. Era também a guardiã das fronteiras entre o mundo das sombras e o mundo onde chegava a luz. Nasceu junto de Éter (que representa Ar Elevado, puro e brilhante, respirado pelos Deuses, também chamado de Céu Superior) e das Hespérides (primitivas Deusas primaveris que representavam o espírito fertilizador da Natureza). Ela faz parte dos Deuses Protogenoi – ou primordiais – da mitologia grega. Foram estes deuses os componentes básicos do universo que foram surgiu na criação.

É filha de Nix (a noite) com Erebo (deus da escuridão) mas também há versões em que ela é filha de Cronos com Nix ou mesmo apenas filha de Caos.

Ela é a contraparte feminina de seu irmão e consorte Éter com quem teve filhos. A lista de Higino atribui-lhe como filhos Gaia, Urano e Talassa, enquanto Hesíodo lista apenas Talassa como sua filha. Ainda com Éter gerou seres não antropomorfizados: TristezaCóleraMentira etc

Momentos antes de Hemera conceber Urano e Gaia, ouviam-se grandes estrondos por todo Universo, como se o céu estivesse sendo influenciado pela Deusa (é citado que isso se deve ao fato de Hemera ter uma forte ligação com Éter). Mais tarde, passou a compor o séquito de Hélios ao lado das Hespérides. Era também guardiã das fronteiras, entre o mundo onde chegava a luz e o mundo das sombras.

Esta pintura de 500-475 AC mostra Helios renasce das do rio Oceano dirigindo um quadriga (carruagem de quatro cavalos). Ele é coroado com orbe sol. Acima dele, à esquerda é Nix, Deusa da Noite, coroado com uma bola de névoa escura, dirige um carro de dois cavalos. De frente para ela é a figura quase idêntica de Eos/Hemera, deusa do dia, com uma bola que representa luz, e um carro.

Os gregos consideravam que o dia começava com o anoitecer e com a escuridão, portanto a noite precedia o dia. Isso explicava como e porque a união de Nix com Érebo resultou no nascimento do dia e da luz.

Hemera habita um palácio, para lá do oceano, no Tártaro junto com sua mãe Nix. Lá, um grande muro separa as portas do Inferno do Mundo visível. Atrás do muro há o grande palácio onde ambas residem, mas nunca as duas estão juntas. Quando Hemera sai, sua mãe espera até a hora de lançar a noite sobre o mundo. Quando Hemera retorna cruza por sobre o muro e cumprimenta sua mãe que saia para correr pelo Mundo.

Nix and Hemera se aproximam e se comprimentam quando passam o limite da muralha de bronze e enquanto uma está entrando na casa, a outra  sai pela porta. Nunca o palácio fecha ambas.

À noite, Nix desenha um véu de escuridão entre a atmosfera brilhante do Céu Superior/ Éter e do ar mais baixo da Terra trazendo noite para o homem. Assim, todas as manhãs Hemera dispersa as brumas da noite, banhando a terra de novo na luz brilhante do céu/de Éter. (Nos mitos mais antigos dia e noite eram elementos distintao e independente do sol).

Hemera e suas irmãs Hespérides, nasceram para ajudar Nix a não se cansar. Todas estas deidades em conjunto conduzem a dança das Horas: Hemera traz o dia; as Hespérides trazem a tarde e Nix traz a absoluta noite.

hemeraHemera em grego significa claridade e o recado que ela nos deixa é que sempre depois da escuridão virá a luz. Portanto nunca desista de esperar por um novo amanhecer, mesmo que a noite lhe pareça trevosa demais. É só uma questão de horas.

Hemera foi bastante identificada com Hera, a rainha do céu. Hesíodo parece considerá-la como mais de uma substância divina, em vez de deusa antropomórfica.

Há também certa confusão entre Hemera e Eos, a deusa da aurora, ao dizer que ela carregava Céfalo distância. Pausânias, geógrafo e viajante grego, autor da Descrição da Grécia, faz essa identificação com Eos ao olhar para o piso do pórtico real em Atenas, onde o mito de Eos e Céfalo é ilustrado. Ele faz essa identificação novamente no Amyklai e em Olímpia, ao olhar estátuas e ilustrações onde Eos /Hemera está presente. De qualquer forma, Ela era em grande parte irrelevante na mitologia, com o seu papel sendo incorporada pela deusa Eos.

 

Parentesco:

  • Filha de Érebo e Nix segundo Hesíodo (em Teogonia) e Cícero (que fala de sua correspondente Romana Dies em De Natura Deorum) mas também há versões que ela é filha apenas de Érebo, assim como de Cronos e Nix ou mesmo só de Caos (segundo um prefácio de Higino)
  • Irmã de Éter
  • Mãe de Gaia, Urano e Talassa (segundo Higino) ou apenas mãe de Urano (segundo Cícero)

 

Deusas com os mesmos atributos:

  • Mitologia Celta: Brigit, Brigantia
  • Mitologia Romana: Dies

 

Guia rápido de Correspondências:

Invoque Hemera para: luz, clareza, esperança
Dia comemorativo: 28 de Junho
Elemento: Ar
Cores: Azul (de preferência tons claros de azul)
Símbolos: céu diurno

Anúncios

2 comentários sobre “Hemera, a personificação da luz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s