Têmis, a Deusa da justiça divina

Têmis (em grego Θέμις, Thémis) é uma titânide que personifica as leis divinas ratificadas pelo Costume e pela Lei (themistes), em contraste com a justiça humana (papel realizado pela Deusa Diké, sua filha) e as leis e decretos humanos (nomos). Era também associada aos oráculos que revelavam a vontade dos Deuses. Presidia, em especial, sobre as relações adequadas entre homem e mulher, base da família bem ordenada e os juízes eram frequentemente chamados themistopóloi, “servos de Têmis“.

Ela também é guardiã dos juramentos dos homens, considerada a personificação da ordem e do direito divinos, tanto que era costumeiro invocar Têmis nos julgamentos perante os magistrados.

Esta Deusa também preside a profética dos oráculos mais antigos, incluindo Delfos. Neste papel, ela foi a voz divina que primeiro instruiu a humanidade nas leis primordiais da justiça e da moralidade, tais como os preceitos de piedade, as regras da hospitalidade, a boa governação, o comportamento da sociedade e ofertas de devotos aos Deuses.

Têmis empunha a balança, com que equilibra a razão com o julgamento, e/ou uma cornucópia; mas não raras vezes é representada segurando uma espada, assim como sua correspondente Romana Iustitia.

Vale lembrar que na Grécia Clássica a Deusa não era representada com a venda que podemos observar em suas representações modernas. A faixa que lhe cobre os olhos foi introduzida no século XVI por artistas alemães, com o fim de que se atribuísse à Justiça a idéia de imparcialidade. O que estes não perceberam é que a venda lhe prejudica, pois arranca sua capacidade de enxergar.

Um dos atributos de Têmis é sua grande beleza, além do poder de atração de sua dignidade.

Seu nome significa “aquela que é posta, colocada”.

.

Genealogia

Segundo a Teogonia de Hesíodo, Têmis era uma titânide filha de Urano e Gaia e, como segunda esposa de Zeus, foi mãe dasdas Horais Diké (Deusa da Justiça), Eunomia (Deusa da Disciplina) e Irene (Deusa da Paz). Estas são as Horai mais velhas e estão ligadas a legislação e ordem natural, sendo uma extensão dos atributos de Têmis. Esta última está relacionada com a representação da divindade da justiça. Têmis e Dike elucidam o lado ético do instinto, a voz miúda e calma no seio do impulso.

Existem mais nove Horai que são guardiãs da ordem natural, do ciclo anual de crescimento da vegetação e das estações climaticas anuais: Talo, Carpo, Auxo, Acme, Anatole, Dysis,Dicéia, Eupória e Gymnásia

Há uma versão errada, que diz as Moiras eram filhas de Têmis, o que gerou esta confusão, possivelmente foi uma confusão com as Horais; que também agem nas energias cíclicas da natureza, assim como as Moiras (ciclos vitais da vida, nascer, crescer, etc).

Na tragédia grega Prometeu Acorrentado, Ésquilo a chama mãe do titã Prometeu.  Normalmente, no entanto, este era um Titã, filho do Asie Titanis ou Klymene.

Higino lhe atribui a maternidade das Horais e das ninfas o rio Erídano, que ensinaram a Héracles o caminho para o Jardim das Hespérides. Arato, o pseudo-Higino e Ovídio a consideram mãe de Astréia, sempre com Zeus.

.

Mitologia

Quando ainda criança, foi entregue por Gaia, aos cuidados de Nix, que acabara de gerar Nêmesis. O objetivo de Gaia, era proteger Têmis do enlouquecimento de Urano. Porém Nix estava cansada, pois gerara incessantemente seus filhos. Então Nix entrega sua filha Nêmesis, e a sobrinha Têmis aos cuidados de suas mais velhas filhas, as Moiras (Cloto, Laquésis e Atropo, Deusas do destino dos homens e dos Deuses, suas decisões não podem ser transgredidas por ninguém).

As Moiras criam as duas Deusas infantes, e lhes ensinam tudo sobre a ordem cósmica e natural das coisas; e a importância de zelar pelo equilibrio. Assim surgem as semelhanças das duas Deusas criadas como irmãs, Têmis a Deusa da justiça e Nêmesis, a Deusa da retribuição.

Quando Têmis é desconsiderada, Nêmesis traz em breve uma irada retribuição, razão pela qual Têmis compartilhava o Nemesion, templo de Nêmesis em Ramnonte, na Ática. Mas a própria Têmis não é representada como colérica: no canto XV da Ilíada, é de Têmis “das belas faces”, que Hera aceita uma taça de néctar quando ela retorna ao Olimpo, perturbada pelas ameaças de Zeus.

Quando Zeus veio a tomar o Olimpo dos Titãs, matando seu pai, o Titã Cronos e castigando alguns dos outros Titãs (a exemplo de Prometeu, que foi acorrentado a um rochedo do Cáucaso, enquanto tinha o fígado eternamente devorado por um abutre, e de Atlas, que foi condenado a suportar em suas costas o peso do mundo) não tratou Têmis de forma semelhante: tomou-a por esposa, sendo que esta passou a sentar-se ao lado de Zeus, pois era sua conselheira. Têmis foi sua segunda esposa, depois de Métis e antes de Hera. Além de esposa e conselheira, Têmis também foi mentora de Zeus. Em um mito ela aparece como ama de leite de Zeus bebê, ensinando-o a respeitar a justiça. O casamento de Zeus e Têmis não foi de total doce harmonia, pois embora transitasse sabedoria entre eles, os ditames de um e do outro, sempre tinham um preço muito elevado, pois nada possui solução definitiva

Em outra versão após Zeus devorar Métis grávida, as Moiras levam Têmis até Zeus para se tornar a segunda esposa, e as Moiras profetizam que Zeus precisa e tem muito a aprender com Têmis, que é tão sábia quanto Métis.

Ajudou Deucalião e Pirra a formar a humanidade após o dilúvio enviado como castigo por Zeus, profetizando que ambos deveriam “jogar os ossos de sua mãe para trás das costas”. Pirra ficou temerosa de cometer algum sacrilégio ao profanar os ossos de sua mãe, não captando o sentido da profecia. Deucalião, porém, entendeu tratar-se de pedras os ossos da deusa-Terra, mãe de todos os seres. Assim ele atirou pedras para trás e delas surgiram homens.

Como personificação da justiça ou Lei Eterna, Têmis aconselhou Zeus, na luta contra os Gigantes, a cobrir o escudo, que passou a denominar-se Égide, com a pele da cabra Amalteia.

A profecia sobre Tétis

Zeus e Poseidon eram rivais para conseguir a mão de Tétis, mas quando Têmis profetizou que o filho nascido de Tétis seria mais poderoso do que seu pai, eles desistiram da disputa e Tétis se casou com Peleus, dando à luz Aquiles.

Têmis e os Titãs

Quando o titã Prometeu foi acorrentado ao Monte Cáucaso, Têmis profetizou que ele seria libertado. Sua profecia se concretizou quando Héracles (ou Hércules), salvou-o do seu castigo.

Têmis também advertiu Atlas que um filho de Zeus (Héracles) arrancaria os pomos de ouro do Jardim das Hespérides (Deusas primaveris).

Têmis dos Juramentos

Têmis era considerada guardiã dos juramentos dos homens, e por essa razão ela também é chamada Deusa dos juramentos. Ela vive no Olimpo perto de Zeus, que é descrito como o verdadeiro “Senhor do todo” enquanto sussurra palavras de sabedoria para Themis quando ela está sentada próximo a ele. Mas alguns afirmam que é graças a Têmis que Zeus governa no Olimpo.

Senhora dos Oráculos

Têmis era a senhora do oráculo de Delfos, omais famoso de todos os templos oraculares da Grécia Antiga. Ele pertencia originalmente a Gaia, que o passou a filha Têmis. Depois disso, ele foi de Febe e só no fim foi tomado por Apolo que, ainda criança, chegou a cidade e matou a serpente Píton que guardava o santuário profético, clamando assim seu direito sobre o local.

Sendo Apolo um Deus dos oráculos, isso o liga a Têmis desde seu nascimento pois, segundo um hino homérico, Têmis estava ao lado de Leto entre as Deusas presentes ao nascimento de Apolo e Ártemis, que incluíam também DioneReiaIcnaiaAnfitrite. Diz-se que Leto não deuseu peito a Apolo quando ele nasceu; Mas Têmis, que estava lá, derramou Néctar e Ambrosia com suas próprias mãos para que ele provasse. Também foi ela quem foi ela quem, segundo uma tradição, ensinou a Apolo as técnicas da capacidade de prever o futuro de modo extra-racional.

Têmis não representa a matéria em si, como sua mãe Gaia, mas uma qualidade da terra, ou seja, sua estabilidade, solidez e imobilidade. Ela é uma Deusa que fala com os homens através dos oráculos. Portanto, Têmis tinha máxima ligação com a questão das previsões oraculares e, no fundo, representa a boca oracular da terra, a própria voz da Terra, ou seja, Têmis é a terra falando.

Os oráculos dados por Têmis, não profetizavam só o futuro, mas eram ainda, mandamentos das leis da natureza às quais os homens deveriam obedecer. A Deusa nos fala de uma ordem e de uma lei naturais que precedem as noções culturalmente condicionadas da organização e das regras derivadas das necessidades de uma sociedade.

.

Lugares de Culto

O culto de Têmis foi estabelecido em Tebas (no Egito) e nas cidades gregas de Olympia, Atenas, Tanagra e Troezene, onde um altar foi dedicado à Themides. Acredita-se que as ninfas filhas de Zeus e Têmis viveram em uma caverna no rio Eridanus.

 

.

Epítetos

  • Euboulos – Boa Conselheira
  • Orthoboulos – Reta Conselheira
  • Sôteira – Salvadora
  • Hiera – Sagrada
  • Aidoios – Reverenda, Augusta
  • Eugenês – Bem-nascida
  • Titanis – Titânide

 

Parentesco:

  • Filha de Gaia e Urano
  • Irmã de Oceano, Tétis, Hipérion, Téia, Crius, Euríbia, Cronos, Réia, Coeu, Febe, Iapetus, Climene (ou Asia),  Zeus e Mnemosine
  • Segunda esposa de Zeus
  • Mãe de Astréia e das Horais.

.

Deusas com os atributos semelhantes:

  • Mitologia Grega: Astréia, Diké, Deméter Thesmophoros (“Mensageira da Lei “) e Gaia, especialmente por ter o título de “Voz Oracular da Terra”.
  • Mitologia Romana: Iustitia

 

Guia rápido de Correspondências:

Invoque Têmis para: consciência coletiva, ordem social, paz, ajuste de divergências, justiça divina, encontros sociais, juramentos, sabedoria, dignidade, profecia, ordem, nascimentos e trabalhos artísticos.
Animais: serpente
Aromas e ervas: Manjerona, oliveira
Face da Deusa: Mãe
Dia: Segunda e Quinta-feira
Elemento: terra
Planeta: mercúrio
Signos relacionados: Virgem e Libra
Símbolos: Balança, cornucópia, prato (com água) lâmpada, serpentes.

Fontes:
Theoi: www.theoi.com/Titan/TitanisThemis.html
Wikipédia: https://pt.wikipedia.org/wiki/Têmis
Anúncios

5 comentários sobre “Têmis, a Deusa da justiça divina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s